Exibições:
Qual o prazo para as inscrições para matrícula na rede pública estadual em 2023?
 
 
De 11/07 a 05/08/2022: período de inscrição para matrícula nas escolas estaduais, com ingresso em 2023.
O processo se destina aqueles que não possuem matrícula ativa na rede pública (estadual e municipal), como os oriundos da rede privada, de outros estados, ou que perderam o prazo de rematrícula.
As inscrições podem ser feitas pelos responsáveis legais ou estudantes  com mais de 18 anos, presencialmente ou online.
 
A partir de 07/11/2022: Ocorrerão os resultados das inscrições realizadas no prazo acima, e podem ser consultados por meio da Consulta Pública de Matrícula (https://sed.educacao.sp.gov.br/ConsultaPublica/Consulta).

A partir de 05/12/2022: Cadastramento/inscrição dos candidatos às vagas na rede pública, inclusive na modalidade EJA para quem perdeu o prazo acima.
 
 
Online:
Para realizar o processo de forma remota os responsáveis legais dos candidatos ou estudante com mais de 18 anos devem acessar o link https://sed.educacao.sp.gov.br/NCA/PreInscricaoOnline/login, preencher a ficha de inscrição e fazer o upload dos documentos necessários.
– RG;
– Histórico escolar
– Comprovante de residência.
A inscrição será realizada somente após a aprovação dos dados encaminhados. Depois de ter a documentação aprovada, o estudante será alocado na unidade escolar mais próxima de sua residência, com vaga disponível e ensino adequado a sua necessidade.
É obrigatório possuir um e-mail para realizar o processo.


Presencial:
Os responsáveis legais dos candidatos ou estudantes com mais de 18 anos devem se dirigir a qualquer unidade escolar da rede pública ou aos postos do Poupatempo e apresentar os documentos listados acima (RG, histórico escolar e comprovante de residência).



A inscrição de alunos que não fazem parte da rede pública estadual, fica aberta ao longo de todo o ano letivo, o prazo acima deve ser respeitado apenas nos casos de inscrição para o ano letivo seguinte.


A falta de documentação não impede a realização da rematrícula e/ou matrícula. 

Serão aceitos como comprovantes de residência os seguintes itens, a seguir relacionados (Anexo II da Resolução SEDUC nº 50, de 21-06-2022, e Artigo 2º da Resolução Seduc nº 90, de 18-11-2022):
a. Contas de água, gás, energia elétrica ou telefone (fixo ou móvel);

b. Contrato de aluguel em vigor, com firma do proprietário do imóvel reconhecida em cartório, acompanhado de um dos comprovantes de conta de água, gás, energia elétrica ou telefone em nome do proprietário do imóvel;
c. Declaração do proprietário do imóvel confirmando a residência, com firma reconhecida em cartório, acompanhada de um dos comprovantes de conta de água, gás, energia elétrica ou telefone em nome do proprietário do imóvel;
d. Declaração anual de IRPF;
e. Demonstrativo/comunicado do INSS ou da SRF;
f. Contracheque emitido por órgão público;
g. TRCT – Termo de Rescisão do Contrato de Trabalho;
h. Boleto bancário de mensalidade escolar, de mensalidade de plano de saúde, de condomínio ou de financiamento habitacional;
i. Fatura de cartão de crédito;
j. Extrato/demonstrativo bancário de outras contas, corrente ou poupança;
k. Extrato/demonstrativo bancário de empréstimo ou aplicação financeira;
l. Extrato do FGTS;
m. Guia/carnê do IPTU ou IPVA;
n. CRLV
o. Infração de trânsito; 
p. Laudo de avaliação de imóvel pela CAIXA; 
q. Escritura ou Certidão de Ônus do imóvel; 
r. Declaração firmada pelo próprio interessado ou por procurador bastante, conforme Lei nº 7.115/1983.'